sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

109 Voce Nao è Pardo,Mulato ou Queimado do Sol, Voce é Preto,Negro


ATENÇÃO PRIMEIRO LEIAM O TEXTO, NÃO ESTOU FALANDO DE MISTURA INDÍGENA,NÃO SE APEGUE NO TITULO LEIA O TEXTO, ESTOU FALANDO DE NEGROS COM BRANCOS, E OUTRA OBSERVAÇÃO A PESSOAS NEGRAS = ETNIA COM A PELE CLARA SEM TER A MISTURA COM O BRANCO. LEIAM O TEXTO, OBRIGADO.





Por Anderson “Hebreu Israelita”

Este termo aqui no Brasil tem um sentido diferente , pelo pouco que eu  ja li e estudei..Mulato é um termo que designa uma pessoa que é descendente de africanos e europeus (preto + Branco) (cf. mestiço). Podem apresentar os mais variados perfis fenotípicos e culturais.
Origem A palavra “mulato” teria sua origem em “muwallad”, termo árabe que significa mestiço de árabe com não-árabe, a qual deriva de “walada”, gerar, parir. Na Península Ibérica, no tempo da dominação dos muçulmanos (711 a 1492 d.C.), o não árabe poderia ser o descendente dos visigodos ou dos romanos, ou, ainda, dos antigos lusitanos.

Isto que você leu acima é uma especulação…e alguns afro-centrista até dizem que seja uma desculpa…dos racista da Época.
No Brasil o termo “MULATO” Começou pejorativamente este termo vem da Palavra “MULA”.
 Pra quem não sabe a MULA não reproduz, para nascer uma Mula precisa do cruzamento de um jumento, com uma égua, dai Nasce a Mula…tanto que os europeus no começo acreditavam que os "mulatos" não podia se reproduzir,quanta ignorância não..?

Com os primeiros nascimentos dos Filhos de escravos com os Senhores de terras BRANCOS surgiu o termo “Mula”,Mula, Mula que com o tempo virou “Mulato”.E Hoje se tornou normal….as passistas de Samba Negras de Pele Escura também são chamadas de Mulatas…e Algumas até Aceitam ser Chamadas Assim.
Nunca aceite que alguém te chame de “Mulato” seja você Negro de pele clara ou negro de pele Escura…você não é “Mulato”, você não é moreno, voc não é pardo,você não tem a Pele Queimada do Sol…você é negro, você e Preto. Só em países de língua portuguesa e alguns Países de Origem Latina..usam estes termos nojentos termos racista,para dividir o Povo Negro.
Nos Estados Unidos não é utilizado este termo..Nenhum Negro la aceita este termo…la tem um ditado assim ” Basta um pingo de café pro leite não ser branco”…la é assim basta um pingo de Sangue Negro em suas veias pra você ser negro…la negro é questão de identidade…é questão de origem…Tanto do Negro de Pele, Clara ou Escura.
`Pra vocês intenderem melhor irei mostrar artistas da Musica Negra Mundial que muitos diriam que eles são pardos,mulatos…mas que os próprios artistas Se declaram Negro,Preto,Afro-Descendente. 

Alicia Keys 

http://images.askmen.com/galleries/singer/alicia-keys/pictures/alicia-keys-picture-2.jpg


Nicki Minaj e Drake




Mano Brown




Jimmy Luv





Dada Yute

Malcom X se morasse no brasil seria mulato!


E tem muito mais, eu posso passar a noite Toda mostrando!!

Todos eles acima tema Cútis…a pele mais clara, menos melanina que outro negros…Mas mesmo assim são assumidamente Negro,Preto….não tem vergonha de sua origem do sangue Africano que corre em suas Veias.
A você se Pergunta Para Tiu o q este texto tem a ver? o q você ta querendo dizer?
…Eu to querendo dizer q não deixe ninguém dizer q Você é Branco,Moreno,queimado do Sol,Pardo,Mulato…Por que você não é Brow.. e isto vale Pro Negro de cabelo Liso…q se acham Branco também….Porque   você não é Branco você é Negro…não tenha vergonha de Assumir sua Origem Sua Negritude…te Impuseram  que você não é Preto q você é Pardo, que você é Mulato, queimado do sol…você é tudo pra eles menos preto…esqueci isto rapa isto é o sistema , a babilônia , o Adversário tentando Confundir Você Acorde. Voce é Preto…Descendente de Escravos…Africanos…Você é um Hebreu Descendente de Avraham. Acordem.
Shalom a Todos 

109 comentários:

Anônimo disse...

seu loco voce so fala besteira o brasil e cheio de raças e voce pra min olhando a sua foto e un jovem branco

Nana disse...

Oi Anderson, tudo bem?
Sou negra de pele clara assim como você,
também nunca aceitei que me dissessem que
sou parda ou amarela porque conheço as minhas
origens e sei que corre sangue negro em minhas
veias, não posso negar a minha descendência,
e concordo com você nesse sentido, tem muito
negro negando suas origens por ter pele mais
clara ou o cabelo mais fino. Só lamento por esses,
porque o nosso povo foi quem construiu esse país e
são donos de uma história linda!

Abraço

Renan Morais disse...

Não se diz que vc é negro.
Negro é negro, mestiço é mestiço, branco também é fenótipo. Vocês falam como se a cor negra fosse a predominante no sangue. Claro que não podemos esquecer nossas origens afro-descendentes, até o branco mais branco já teve um antepassado negro, mas também não podemos esquecer do nosso passado europeu, caucasiano ou indígena. Você é Mestiço, com traços europeus e africanos, o termo mulato já deixou de existir oficialmente, só existe o branco, negro, pardo (mestiço), indigena e asiatico.

Anderson Hebreu disse...

Respeito sua opnião...
mas se vc passar 1 mes em qualquer.. pais europeu e sofre racismo mudara de opinião.

Anônimo disse...

O fato de termos 'melanina' a mais não significa necessariamente que temos que nos identificar como negros, se eu sou mestiço/pardo, eu posso escolher minha etnicidade branca ou negra! dizer que pq eu tenho sangue negro, sou negro, tbm é ser racista por não admitir outras cores/raças que devido à mistura se originaram no Brasil (e não são poucas!) O Brasil NÃO é bi-color, é multi color rs... e se eu quiser ter orgulho da raça branca que corre no meu sangue tbm, não posso? e se eu quiser me identificar com ela? não venha me dizer o que sou, e o que quero ser quando eu tenho meios pra ser exatamente o que eu quero!!!

Anônimo disse...

Olha essa notícia: Brasileiros mais europeus do que aparentam -
http://blogs.discovermagazine.com/gnxp/2011/02/brazilians-more-european-than-not/

fllae disse...

Preciso informar para o Renan Morais e para o Anônimo que o Brasil é multicolor sim, mas A COR ‘PARDO’ NÃO É E NUNCA FOI SINÔNIMO DE MESTIÇO. Mestiços são gerados pelo cruzamento entre seres de raças diferentes, e os seres humanos são todos da mesma raça, a raça humana! Portanto, foi para o brejo essa teoria de que os seres humanos se misturam, criando novas raças, porque não se pode misturar seres que são da mesma raça... Mestiços humanos, meus caros, são uma impossibilidade biológica.

Os negros brasileiros de COR parda não são mestiços, eles apenas têm um fenótipo mais MISCIGENADO que os outros negros. Como é o caso do nosso colega internauta Hebreu Israelita... A população negra é, OFICIALMENTE, a soma dos autodeclarados de cor preta ou de cor parda, portanto, Anônimo, você pode ter quanto orgulho quiser disso que chama de “raça branca”, mas oficialmente você é do grupo racial NEGRO; e o IBGE fundamenta-se em critérios antropológicos, genéticos e sociais para classificar os brasileiros de cor parda como negros. Não é uma coisa sem base científica.

É bom corrigir essas distorções que são colocadas na internet de propósito pra causar confusão na cabeça das pessoas e separatismo entre os negros.

Anônimo disse...

Muito bem fllae ,mas as pessoas também precisam saber que mesmo não existindo humanos mestiços, um tal movimento pardo-mestiço (ou nação mestiça) se apoderou do termo ‘pardo’ para usá-lo com o sentido de mestiço, e tem mentido na web com uma ladainha de que pardos não são negros. Portanto você está agindo de forma muito correta corrigindo essa fraude.

O citado movimento é hipocrisia pura porque, ao não aceitar que não há nada de errado em ser NEGRO E MISCIGENADO ou INDÍGENA E MISCIGENADO, eles simplesmente exigem a mesma "pureza racial" que dizem ser característica do discurso daqueles que são alvo de suas críticas... Eu não sou 100% negro. Sou um negro miscigenado. Mestiço eu não sou!!! E tenho certeza que essa coisa de forçar uma identidade de mestiço na cabeça do povo é mais um plano safado das elites, que vem tentando eliminar a identidade negra do Brasil desde o início do século 20.

Flavio M Carvalho

Anônimo disse...

Está claro que o tal movimento pardo-mestiço é tramóia das elites ,que além de promoverem o genocidio da juventude negra, ainda tentam avacalhar com a identidade negra com essa mentira de que pardos não são negros, mas segundo o IBGE, os brasileiros de cor preta e parda são a população negra ou afrodescendente .Esse movimento de merda é ligado a PSDB, DEM e outros representantes das classes dominantes na politica brasileira, e o Demostenes Torres tem ligações com eles. É isso mesmo, Demostenes Torres! Aquele nazista disfarçado de político que disse que durante a escravidão as nossas ancestrais consentiam o estupro que era praticado contra elas ,e que também disse que a escravidão foi culpa dos próprios negros.Inclusive ,antes de ser cassado por envolvimento com o contraventor Carlos Cachoeira ,ele foi até Manaus para ser prestigiado pelo fraudulento movimento pardo-mestiço com uma palhaçada de"Troféu caboclo".

Rodrigo

Anônimo disse...

Os negros propriamente ditos são apenas 7,6%. Mas como o governo petista – cavalo de santo do racismo de laboratório produzido pela academia – está empenhado em fomentar uma guerra racial no país, os negros passaram a ser chamados oficialmente de “pretos” (termo que até outro dia era amaldiçoado pela ditadura do politicamente correto) e, somados aos 43,1% de pardos (que foram enegrecidos à força), formam um contingente de 50,7% de negros estatísticos. Obviamente, essa população negra só existe na mente pueril das autoridades, teleguiada pela insanidade moral dos intelectuais universitários. O que dizer de uma pessoa que tem descendencia negra, branca e indígena? é multirracial... http://www.midiasemmascara.org/artigos/governo-do-pt/13386-uma-educacao-que-amputa-o-cerebro-.html

Anônimo disse...

Negro Miscigenado ou branco miscigenado? fica a critério de quem decidir isso? ridícula essa afirmação...

Flavio Martins de Carvalho disse...

PARDOS SÃO OFICIALMENTE NEGROS.. Segundo o IBGE, a população NEGRA do Brasil é a soma dos autodeclarados de cor preta e de cor parda. Pardo não é e nunca foi um grupo étnico ou racial, mas apenas uma das duas cores/fenótipos da população negra do Brasil, que é composta por 7,61% de pretos e 43,1% de pardos... O termo pardo sempre foi destinado a AFRODESCENDENTES desde que foi usado pela primeira vez no Censo de 1872... Porém, somente no ano de 1950, quando teve início a auto-declaração, o termo ‘pardo’ passou a constar definitivamente das opções censitárias; MAS SEMPRE DESTINADO A AFRODESCENDENTES. Hoje, os negros que se declaram pretos são aqueles com os caracteres africanos típicos (miscigenados ou não); e pardos são os negros cuja miscigenação é mais facilmente perceptível em sua aparência, como o Neymar ou o Ronaldinho Fenômeno... Logo, pardos sempre foram e continuam sendo membros da população negra do Brasil.

Portanto, é pura conversa fiada essa história de que o PT está empenhado em fomentar uma guerra racial no país; e qualquer pessoa com um mínimo de bom senso há de perceber o quanto essa afirmação é descabida... Também não adianta usar termos ridículos, como “cavalo de santo do racismo de laboratório”, porque os brasileiros de cor parda foram classificados no grupo racial NEGRO com base em critérios antropológicos, genéticos e sociais. Aliás, uma instituição séria como o IBGE não baseia suas classificações em achismos.

Anônimo disse...

O Anonimo é mais um dos pilantras que estão tentando provocar separatismo na populaçao negra falando que os negros de cor parda não são negros. Querem nos separar pra nos enfraquecer pra gente continuar a mercê das classes dominantes, e é por isso que veio com essa idéia dos NEGROS de cor parda falar que são brancos. . Eu sou NEGRO porque sou afrodescendente ,essa é a minha identidade!! Sou descendente dos africanos que foram tirado de suas terras pra ser escravizados no continente americano.
E esse negocio de mestiço humano não existe mesmo não:
http://amazonida.orgfree.com/movimentoafro/mestico_identidade.htm
O mundo todo é miscigenado mas todo mundo tem uma identidade definida ,entao eu não tenho que aceitar essa balela de multirracial, alias isso é balela mesmo porque só existe uma raça humana.

Tiago Barbosa Menezes

Anônimo disse...

No Brasil não existe a classificação mestiço e nem multirracial .Estão tentando separar os pardos do resto da população negra, mas não tem nada que justifique colocá-los numa categoria separada. Naquelas pesquisa deDNA que fizeram a uns anos atras, descobriram que o Neguinho da Beija Flor ,por exemplo (que tem uma aparência extremamente africana ), tem 67% de ancestralidade européia; mas o Frei Davi (que é muito mais claro e tem cabelo menos crespo), tem 68% de ancestralidade africana. Isso prova que alguns pardos são mais negros do que os negros mais escuros (pretos). Mas o movimento pardo mestiço encheu o wikipedia de mentiras que pardo é uma classificação separada de negros,e ainda usam o nome do IBGE pra fazer as pessoas acreditarem. Ainda bem que o wikipedia é um site sem nenhuma credibilidade, até a minha professora da faculdade disseque qualquer informaçao tirada desse site reduz a zero o valor de uma pesquisa porque muita gente coloca informações forjadas para atender aos seus interesses pessoais

Rodrigo

Voz da Verdade disse...

Essa ladainha de "raças" já está enchendo o saco... O governo deve promover o acesso a cidadania, em igualdade de condições, a TODA POPULAÇÃO BRASILEIRA, independente da (pseudo)raça que o indivíduo tenha.

Deve também criar mecanismos para que seus cidadãos possam acessar a Justiça caso se sintam discriminados e/ou desprestigiados.

Agora, cada um é livre para se auto afirmar da maneira como bem entende. Este discurso "birracialista" americanizado chega a ser patético na medida em que não é popular. O Brasil NÃO É igual aos E.U.A, aqui a maioria da população tem uma ancestralidade mista - tendo todo o direito de se afirmar desta forma.

Concordo que "raça mestiça" não existe, da mesma forma como não existe "raça negra" ou "raça branca". Portanto, ninguém deve ser rotulado racialmente. Simples assim.

Cordialmente.

fllae disse...

Resposta para a Voz da Viadagem:

A VERDADE é que o mundo todo tem mais de uma ancestralidade. Isso não é exclusividade dos brasileiros! Mas OFICIALMENTE os pardos pertencem ao grupo de ancestralidade negra (afro).. No Brasil temos quatro classificações: brancos; negros (pretos + pardos); amarelos (descendentes de asiáticos) e indígenas... E isso é perfeitamente popular porque qualquer brasileiro consegue se enquadrar em uma dessas classificações.

Ninguém aqui disse que existe raça negra ou raça branca, mas pelo contrário, afirmamos que a raça humana é uma só e que portanto não existe humanos mestiços ou multirraciais, como alguns babacas com diarréia mental tem afirmado em sites que, felizmente, não tem nenhuma credibilidade... Isso sim é patético!

Não existe raças humanas mas grupos de origem ancestral: afrodescendentes (negros); eurodescendentes (brancos); descendentes de asiaticos (japoneses, chineses, etc.) e indígenas.. Isso não é um rótulo racial, mas de ancestralidade.

Simples assim!

Voz da Verdade disse...

flae...

Filho, oficialmente, existem cinco classificações, a saber: "branco", "pardo", "preto", "amarelo" e "indígena". O termo "negro" não existe oficialmente...

O fato é que a maioria dos brasileiros não se consideram "negros", e nem "mestiços", mas sim brasileiros... Vocês querem enfiar goela abaixo uma classificação arbitrária, baseada num racismo americano.

Ora, por que quase 44% da população brasileira se diz "parda" ? Porque a maioria se vê como fruto de uma mescla - essa é a verdade. Aí, vocês procuram combater essa forma de auto percepção, porque sabem que a maioria se vê assim (isso fere seus interesses políticos). Se a maioria se visse, simplesmente, como "negro", nem haveria esta discussão sobre "pardos" ou "mestiços"...

Mas, vocês que seguem a seita da birracialidade-americana-purista, por que pagam autoridade para dita "raça branca" ? Querem um "culpado", aí está... Agora, deixem o restante da população MESTIÇA viver em paz.


Cordialmente.

Obs: Não sou americano, sou BRASILEIRO !

fllae disse...

Antes de mais nada, eu não sou seu filho!!

Para o IBGE os brasileiros de COR preta, e a maioria dos de COR parda, são a população NEGRA do Brasil. O Brasil é o país com a maior população NEGRA fora da África, e hoje todo mundo já sabe disso!

Os 43,1% dos brasileiros que se declaram “pardos” o fazem porque tem a COR parda, e não por serem produtos de mesclas. Aliás, no Brasil não existe a classificação mesclado ou mestiço. Conclui-se, pois, que estás conversando fiado! .. Algumas pessoas alienadas querem criar no Brasil uma classificação arbitrária denominada mestiço; mas eu repito que mestiços humanos são uma impossibilidade biológica. E ainda seria uma impossibilidade caso o país Estados Unidos nem existisse, portanto essa seita da birracialidade-americana-purista é outra conversa pra boi dormir.

Quem paga autoridade para a raça branca são alguns negros miscigenados que odeiam tanto o fato de serem negros, e amam tanto o fato de também terem ancestralidade européia; que fazem de tudo pra enfatizar que são miscigenados, ao mesmo tempo que fazem de tudo pra negar a negritude. Pagam autoridade para a dita “raça branca”, e pagam feio!

Apesar do tal movimento pardo-mestiço ter sido citado, não há com que se preocupar. São um bando de imbecis comandados por uma bichinha complexada chamada Josias Leão Alves, cuja vaidade homossexual o impede se aceitar que é negro... Dá até pena!

OBS: Não sou americano. Sou um NEGRO brasileiro consciente de que vivo em um país de MAIORIA NEGRA.

Voz da Verdade disse...

Olá,

Você falou e não disse nada. Simplesmente, está a defender um ponto vista com argumentos falaciosos. Os quase 44% que se dizem "pardos" se percebem como "mestiços", ou seja, indivíduos, com várias ancestralidades - e, não apenas como descendentes de africanos. Saia de casa e conheça o Brasil real - com indivíduos com várias origens, tons de pele e traços físicos.

O Brasil não é "negro", nem "branco", mas de todos os cidadãos que querem construir um país melhor. Mas, se queres usar termos raciais, é um país não só de "negros", mas de "brancos", de "amarelos", de "índios", de imigrantes e - sei que não gosta - de MESTIÇOS !

Conheço a Europa, o Brasil é conhecido como um país de cultura híbrida, com influência da cultura africana, mas também com outras influências e, pasme - um país multirracial e miscigenado. Leia mais e conheça o mundo.

Concordo que, do ponto de vista biológico, não há mestiços, NEM negros ou brancos ! Só há seres humanos, com o direito de ser livre de qualquer forma de racismo.


Agora, deves ser uma pessoa frustrada, que se esconde num rótulo racial, para achar que é algo na vida. Chega a dar pena...

Eu, como "vira-lata" (ou seja, sem raça), vivo muito bem, desfrutando de um bom padrão de vida e - mais do que isso - sendo feliz. Detalhe: conquistei o que tenho com o meu trabalho e anos de estudo - mas, não seja invejoso, pois você também consegue se trabalhar para isso.


Cordialmente.


fllae disse...

Quem está defendendo um ponto de vista com argumentos falaciosos é você ao dizer que os brasileiros se declaram “pardos” por ter mais de uma ancestralidade.. De acordo com um antropólogo que freqüenta a mesma igreja que a minha mãe: “se pardo fosse uma classificação exclusiva para miscigenados, todos os brasileiros se declarariam assim porque todos nós, brasileiros, somos miscigenados e temos consciência disso”... Você inventou essa de que os autodeclarados “pardos” se declaram assim porque são MISCIGENADOS. Pardo é apenas cor!!
Eu não disse que o Brasil é um país exclusivamente de negros; disse que a maioria da população brasileira é NEGRA, e esta verdade está baseada em estudos de antropólogos, demógrafos, cientistas sociais e outros pesquisadores.. Não tenho nada contra a palavra ‘mestiço’, apenas tenho consciência de que mestiços humanos são uma FALÁCIA.
Apesar de alguns mentirosos estarem afirmando que “pardo” é “multirracial”, não existe no Brasil a classificação multirracial.. Quando alguém diz que o Brasil é multirracial, estão dizendo que este é um país onde encontra-se brancos (eurodescendentes); negros (pretos + pardos: afrodescendentes); amarelos (descendentes de asiáticos) e indígenas; ou seja, pessoas de várias origens!!
Eu também sou miscigenado e assumo isso sem problema, mas nem por isso me escondo atrás de identidades falsas (como mestiço, caboclo, mulato, etc) pra tentar negar que sou negro. Não nego a minha negritude e nunca negarei, porque tenho coragem para assumí-la.. Negritude não é rótulo racial, mas de ancestralidade.. A ancestralidade africana!!!

fllae disse...

Na maioria das famílias NEGRAS do Brasil é muito comum que as pessoas tenham tons de pele diferentes.. Eu mesmo sou bem mais escuro que a minha irmã; ela tem a cor parda (inclusive na certidão de nascimento) e eu tenho a cor preta na minha certidão. Somos filhos do mesmo pai e da mesma mãe, que são ambos negros.. Pardo é apenas cor!!

Anderson Hebreu disse...

DISSE MUITO BEM fllae EU MESMO TENHO A PELE PARDA POREM MEUS PAIS SAO NEGROS DE PELE ESCURA.. E INCLUVE .. NA AFRICA TAMBEM A ESTA DIFERENÇA DE TONS DE PELE.. NEM TODA A AFRICA.. TEM A PELE ESCURA.. VEJA NELSON MANDELA.. E O SEU SUCESSO A PRESIDENCIA ELES TEM A PELE CLARA.

Anônimo disse...

cara voce ta totalmente certo temos que assumir nossas raizes somos negros;porque é tão ruim admitir isso ;sei que parece ser dolorido ser chamado de negro pelo menos eu pensava isso mais agora não eu sou um verdadeiro descendente de zulu sou tiso sou negro deus me fez assim tenho a pele marrom escura antes pra mim negro eram só marrom escuro mais ñ é verdade vc também concerteza é um dos meus irmãos e eu aceito todos voces que se dizem ser negros como meus irmãos porque não ficam com picuinha de pardo ou mulato pois esse pardal ou essa mula concerteza são negras

Anônimo disse...

ESTOU DESCONFIADA E ASSUSTADA DE QUE EXISTE UM TREMENDO PRECONCEITO CONTRA A DITA "RAÇA BRANCA" QUE NASCEU NO BRASIL E PARECE QUE NÃO POSSUEM QUALQUER "COMPARTILHAMENTO" COM A OUTRA RAÇA DITA NEGRA. DESCENDENTE DE EUROPEUS, DESCOBRI QUE MEU BISAVÔ PORTUGUÊS CASOU COM UMA AFRO DESCENDENTE. ACABEI ENCONTRANDO MEUS PARENTES DESSE "RAMO" E FIQUEI MUITO FELIZ: SÃO MUITO BONITOS, ALEGRES,INTELIGENTES, E SÃO MEUS MAIORES AMIGOS!!! NÃO SE IMPORTAM NEM UM POUCO DE ME APRESENTAREM AOS SEUS AMIGOS DE TODAS AS CORES, COMO "MINHA TIA GRINGA"!!

Anônimo disse...

Sei que essa postagem é de mais de um ano atrás ,mas tive que fazer esse comentário aqui.
Não concordo com o texto ,sei que a sociedade brasileira existe num racismo inconsciente ,mas não tem nada a ver ser isso que você postou .
Ser negro é o mesmo que ter cor de pele escura e ser branco é o mesmo que ter cor de pele clara, portanto não existem negros claros assim como também não existem brancos escuros.
O que existe são pessoas miscigenadas ,que são uma mistura das duas cores ,ai que entra a classificação parda, morena, mulata ou mestiça ,se você é mestiço não adianta dizer que é negro porque você não vai se tornar um só porque está dizendo que é ,vai continuar sendo o que é (pardo).
Dizer que ser negro é a mesma coisa que ser mestiço é o mesmo que negar a sua outra origem ,que foi a origem branca ,porque pra ser mestiço tem que haver mistura entre preto e branco...
A conclusão é que seu texto foi feito na intenção de separar ambos os grupos ,como se uma pessoa dizer que é negra fosse mudar alguma coisa na vida dela...
E nos EUA eles definem como negro ou branco da forma como você falou simplesmente porque são uma das sociedades mais racistas do mundo ,tanto pros branco como pros negros que fazem questão de se diferenciar por qualquer coisa (música ,filme ,cidades ,profissões e etc..).
Em fim ,me entendo como miscigenado/pardo/mestiço/mulato/moreno ,e nunca vou dizer que sou branco nem que sou negro porque tenho certeza do que realmente sou.

clayton lira disse...

E porque sua ancestralidade negra e mais importante que sua ancenstralidade branca ou indígena? Vamos nos unir em movimento pra extinguir todas as formas de racismo

clayton lira disse...

E porque sua ancestralidade negra e mais importante que sua ancenstralidade branca ou indígena? Vamos nos unir em movimento pra extinguir todas as formas de racismo

Anônimo disse...

Vai com calma meu jovem. Eu tenho pele parda, mas tenho cabelo liso. Isso porque eu não sou descendente de negros; eu sou descendente de índios! Meu avô paterno era índio, e minha bisavó por parte do meu vô paterno também era índio. Entretanto o resto da minha família é de Portugal e a outra parte é da Espanha. Eu devo me assumir como negro só porque tenho pele parda? Não! Eu sou descendente de índios, e tenho que honrar meus antepassados assumindo o que eu sou! Aqui no Brasil eu vejo muito isso, pessoas que descendem de índios sendo confundidas como descendente de negros. Não que eu tenha nada contra negros, muito pelo contrário. Mas é que eu considero isso uma espécie de genocídio da memória indígena. Os portugueses vieram pra cá, tomaram as terras dos índios; e depois trouxeram japoneses, italianos, africanos, espanhóis... Agora o Brasil é um país de todos os povos, menos dos índios! Você não acha estranho que em um país em que a população nativa sejam os índios, a disputa pela hegemonia fique entre brancos e negros? O termo "pardo" não define apenas pessoas com descendência negra e branca; também define pessoas com descendência indígena e branca. E o termo "mulato"; "mestiço" existe nos Estados Unidos e nos países europeus sim! E ninguém se torna menos negro por ser chamado assim, porque todo mulato é negro!

Anderson Hebreu disse...

Senhor anonimo .. se voce leu o post viu que é uma publicação direcionada aos descendentes de pretos..se a pessoa sabe que é descendente de indio.. é obvio que ela não vai dizer que é negra.

Anônimo disse...

Preciso informar para o Renan Morais e para o Anônimo que o Brasil é multicolor sim, mas A COR ‘PARDO’ NÃO É E NUNCA FOI SINÔNIMO DE MESTIÇO. Mestiços são gerados pelo cruzamento entre seres de raças diferentes, e os seres humanos são todos da mesma raça, a raça humana! Portanto, foi para o brejo essa teoria de que os seres humanos se misturam, criando novas raças, porque não se pode misturar seres que são da mesma raça... Mestiços humanos, meus caros, são uma impossibilidade biológica.

Os brancos brasileiros de COR parda não são mestiços, eles apenas têm um fenótipo mais MISCIGENADO que os outros brancos. Como é o caso do nosso colega internauta Hebreu Israelita... Portanto, Anônimo, você pode ter quanto orgulho quiser disso que chama de “raça branca”, mas oficialmente você é do grupo racial MISTO; e o IBGE fundamenta-se em critérios antropológicos, genéticos e sociais (ESTAMOS PERCEBENDO)para classificar os brasileiros de cor parda como negros. Não é uma coisa sem base científica.

É bom corrigir essas distorções que são colocadas na internet de propósito pra causar confusão na cabeça das pessoas e separatismo entre os mestiços.

Anônimo disse...

Preciso informar para o Renan Morais e para o Anônimo que o Brasil é multicolor sim, mas A COR ‘PARDO’ NÃO É E NUNCA FOI SINÔNIMO DE MESTIÇO. Mestiços são gerados pelo cruzamento entre seres de raças diferentes, e os seres humanos são todos da mesma raça, a raça humana! Portanto, foi para o brejo essa teoria de que os seres humanos se misturam, criando novas raças, porque não se pode misturar seres que são da mesma raça... Mestiços humanos, meus caros, são uma impossibilidade biológica.

Os indígenas brasileiros de COR parda não são mestiços, eles apenas têm um fenótipo mais MISCIGENADO que os outros indígenas. Como é o caso do nosso colega internauta Hebreu Israelita... Portanto, Anônimo, você pode ter quanto orgulho quiser disso que chama de “raça indígena”, mas oficialmente você é do grupo racial MISTO; e o IBGE fundamenta-se em critérios antropológicos, genéticos e sociais (ESTAMOS PERCEBENDO)para classificar os brasileiros de cor parda como negros. Não é uma coisa sem base científica.

É bom corrigir essas distorções que são colocadas na internet de propósito pra causar confusão na cabeça das pessoas e separatismo entre os mestiços.

Anônimo disse...

Aproveitei o comentário do fllae para mostrar, que da mesma forma que um pardo deveria se auto-declarar como negro, conforme os critérios "científicos" adotados pelo IBGE, esse mesmo pardo poderia se considerar branco ou indígena, na hipótese dele ser tri-racial. Então, por que essa discriminação com relação às outras origens? Blz, se há apenas uma raça que é a humana, então não há necessidade de classificação de indivíduos por etnia ou cor, agora querer implementar um sistema bipolar no país, por conta de políticas afirmativas. Eu tenho descendência européia (de dois países diferentes), nativa e, creio eu (pois não tenho certeza), africana. Querer me classificar como negro pelo fato de eu me declarar pardo me insulta. E insulta o orgulho que eu tenho de toda a minha "formação genética". Eu não sou negro, eu sou misto. Sou como um mexicano se consideraria. Eu olho no espelho e vejo indivíduo misturado (tenho até olhos puxados), não me vejo um negro, nem tenho fenótipo de negro. Temos que acabar com essa mentira. Brasil é um país multi-racial. Não é "briguinha" de branco com negro como nos EUA. Nem muito menos o sangue negro é um "contaminador" de outras etnias que o sistema americano aplica, que se o indivíduo for 1/16 negro, ele é negro, sendo ele misto. E entendam "raça" (que eu descrevi em alguns trechos) como etnia ou como vocês bem entenderem.

Anônimo disse...

Somos todos hipócritas racistas, que não reconhecemos nossas gerações passadas e não assumimos nossas origens. Somos todos negros. Mesmo você, que se considera um reluzido branco, ainda assim, existe características afrodescendentes presentes na cor e no seu sangue, visto que o Brasil é um país miscigenado, onde todos os demais descendentes dele partiram inicialmente de pessoas negras. Portanto, você é um negro não assumido com fenótipo branco.

Anônimo disse...

Oi, eu concordo que nós brasileiros somos todos de raízes africanas, mas se somos misturados e temos parte negra e parte branca, acho que se declarar somente negro tb seria negar a origem branca! somos Afrodescendentes, mas tb descendemos de italianos, portugueses, suiços (como é o meu caso) etc etc, somos uma mistura e não uma coisa só, me orgulho de ser afro, mas tb me orgulho da outra parte... pq não? acho que se declarar só uma coisa que seria discriminação

ludofinal disse...

Ele não é branco. A pele e a maioria dos traços são de negros, mas ele é muito claro pra ser apenas negro. O autor do post é, com boa parte dos brasileiros, mestiço.

Anônimo disse...

Acho maior absurdo esses concursos públicos que você tem que se declarar da cor que acredita ser. Eu sei que sou morena média, mas sou negra mesmo, descendente de Abraão.

Deus do Pântano disse...

Temos que tomar cuidado no julgamento dessas coisas , combater o racismo , mas não colocar tudo no mesmo saco de gatos . Estudos no campo da genética provam que os seres humanos se tornaram brancos por questões geográficas e climáticas . Os neandertais eram brancos ou pardos , de acordo com a região que viviam ( radiação solar ). Quanto menos radiação solar em uma região , menos melanina é necessária , pois também bloqueia a radiação necessária para sintetizar a vitamina D . Para suportar o frio , a pele tem mais queratina , o que fez os cabelos ficarem lisos , e proteger a cabeça do frio ( perdemos mais calor pela cabeça ) . O nariz ficou fino para aquecer mais o ar antes de entrar nos pulmões . As características dos povos negros segue a mesma lógica : adaptação de uma mesma raça a vários tipos de localidades . Somos todos as mesmas pessoas , a mesma raça .

Anônimo disse...

Roberto Damatta diz"o mulato,o intermediário,representava a negação viva de tudo aquilo que a lei estabelecia positivamente. Ele mostrava o pecado e o perigo da intimidade entre camadas sociais que deveriam permanecer diferenciadas, mesmo que fossem teoricamente consideradas iguais."Isso era o racismo de anos atrás e de hoje!

Anônimo disse...

Raphael disse....

Isso de branco, pardo, negro... não tem nada haver. Minha mãe, é branca tipo alemã, e meu pai branco. Eu sou moreno claro.... E oq isso tem haver? Meu avó paterno é italiano, meu bisavô português, e bisavó italiana. Minha avó por parte de mãe é alemã, e meu avô espanhol, tendo bisavó alemã e bisavó português.... Como me explica isso ? Sou descendente de europeu,e sou moreno claro ? Se fosse pra ser como é, seria loiro da pele clara, mais sou moreno claro do cabelo liso. Então sou oq ? Pardo? Se sou pardo, pelo q eu li, então eu so negro ? Negro sem a descendência africana ? Como num caso recente, de ambos pais nigerianos, negros, mais bem negros mesmo, terem uma filha loira, os olhos claros, então ela é oq? negra por ter sangue negro ? Sendo q minha mãe depois q se separou do meu pai, casou com um moreno, cujo pai é branco dos olhos azuis, e mãe negra, ele é moreno do cabelo liso.... E meu irmão saiu branco do cabelo liso.... Namoral isso n tem nda haver, vc pode ser branco com sangue negro, ou moreno do sangue branco, ou qlqr coisa. Isso n tem nda haver, qm decide isso é vc. '' minha opinião''.

Anderson Hebreu disse...

Raphael claro que você é branco, se voce leu o texto estou falando de pardo com origem negra..

Anônimo disse...

Segundo a genética tem a pele branca (aabb – todos em minúsculo) e a pele negra (AABB - todos em maiúsculo) e temos a mistura de ambos onde saem os chamados "mulatos" (Aabb, aaBb= mulato claro / AAbb, aaBB, AaBb= mulato médio e AABb, AaBB= mulato escuro). No caso dos mulatos claro (onde os genes para raça negra são inferiores ao numero de genes para raça branca) pq necessariamente teriam que se identificar com a raça negra? Mulatos claros não são tais como estes artistas que você usou para exemplificar. Levando em conta o que vc escreveu simplesmente pq ele tem descendência negra, no Brasil devido a alta miscigenação temos tanto ancestralidade branca qto negra, se negar a raça negra por termos ancestrais negros pode ser considerado racismo negar a raça branca tb, isto no caso de mulatos claros, no caso dos mulatos médios há 50% de genes para branco e 50% para negro. Porem entendo o que vc escreveu qto a muitos que negam sim a serem negros e se autodenominam “morenos”, no seu caso e dos artistas que vc usou para ilustrar a meu ver não são mulatos claros, são mulatos médios/escuros.

Anônimo disse...

Pela sua lógica 'basta uma gota de sangue negro e vc é negro', o inverso é verdadeiro 'basta uma gota de sangue branco e vc é branco'? O branco de cabelo carapinha-olhos pretos é negro, o mulato de cabelo liso-olhos azuis é negro, o negro de cabelo liso-olhos verdes é negro?

Já ouviu falar de genética? Parece que não para escrever tantas asneiras tentando justificar e desculpar as mazelas que a imensa marioria de negros cria onde quer que viva. Não venha tentar destruir a característica mais bonita do povo brasileiro: Nossa miscigenacão. Não tente ridicularizar nosso símbolo nacional: As lindas MULATAS! Guarde seu ódio próprio e baixa auto-estima para vc e para os seus iguais rancorosos.

Em outro post, vc mesmo enaltece os criadores negros e então passa à contradicão falando de negros como vítimas coitadas necessitadas de assistencialismos e privilégios como se negros fossem incapazes de competir com outras racas em condicões de igualdade por sua própria intelectualidade.

Tomem vergonha, tenham auto-estima-dignidade-orgulho e comportem-se como pessoas responsáveis por suas vidas, parem de culpar terceiros por suas mazelas criadas por vcs mesmos com seus comportamentos e NÃO com a cor da pele.

Anônimo disse...

SOU BRANCO MISCIGENADO!

Anônimo disse...

Tem gente que acha que Jesus era branco e que Nossa Senhora não é preta!!!! Ohh cultura pobre!!! A cor não importa... e sim o caráter. Infelismente para ser um preto aceito tem que ser 1.000 vezes melhor que um branco para poder ter um pouco de dignidade e respeito... assim como o velho, o gordo, o deficiente, o pobre, o feio!!!!

Anônimo disse...

Mds..querem debater de qualquer forma, existem mtas raças, não so branco e negro , bom eu sou indio e ai ? Sou negro ou branco ?nenhum dos 2 e isso nao importa tentem aceitar e parem com essa discussão pararela ridícula

Anônimo disse...

Muito bom Anônimo.
Nunca vi tanto racismo, e de tão baixo nível.
Se um branco fizesse comentários dessa Natureza, renegando a ancestralidade parcialmente africana de muitos brasileiros, seria execrado.
E nem vejo mérito em se dizer que maioria da população brasileira é negra, coisa que não é. Somos um país corroído por corrupção em todos os níveis. Seria mérito se algum país africano mostrasse níveis de desenvolvimento europeu. Portanto, toda essa discussão é racista, imbecil, e nascida de uma mentalidade insegura, amargurada, ressentida da cor da própria pele.
E esse conceito de que Raça não existe em um dogma científico politicamente correto. Nunca se ouve isso de um asiático ou de um alemão.

Halan Schlickmann Batista disse...

Você tá tomando como regra a one drop rule dos Estados Unidos. Não permitir que a pessoa se identifique como miscigenada como nos Estados Unidos também é racismo. Nos States haviam leis que separavam os bairros, bebedouros, hospitais, assentos de ônibus. Negro era proibido de casar com branco. Você tá adotando a visão do americano que proibia o miscigenado de alegar isso. É a identidade da pessoa, o indivíduo se quiser.deve ter liberdade de se identificar como miscigenado, não deixa de ser negro. Não falo da atitude vergonhosa e patética de negar a raça como Michael Jackson e sua irmã, os cremes ácidos que clareiam a pele da Beyoncé para parecer mestiça clara e a rinoplastia para afilar nariz. Não falo de Joelma do Calypso que gasta todo dinheiro, todo recurso que tem para se passar por branca loura quando é miscigenada dança seminua, não deixava marido pagar pensão para filha bastarda, mas se diz evangélica salva, ungida e persegue gays. Falo do Drake que é negro canadense mas que não nega também ser metade judeu como Lenny Kravitz. E no Brasil não é todo miscigenado que tem origem africana, metade é caboclo ou mestizo castizo em espanhol. São pessoas cujos testes de DNA mostram que são de 75 a 90% portugueses ou espanhóis ou holandeses com o restante indígena. Testes de DNA mostram que até pessoas com aparência de 100% negras, fenótipo negro, também possuem DNA europeu ou indígena. Não se trata de negar que é negro, mas ter liberdade pra assumir que é miscigenado, coisa que era proibida nos EUA, por isso a cultura é diferente e você deu exemplos de artistas. E caboclo é mestiço de branco com indígena, não pode ser rotulado negro como PT faz. E hebreu é o israelense ou descendentes de judeus pelo mundo, ashkenazi, sephardi ou mesmo anusim, cristãos novos marranos que tem sangue hebraico, agora evangélico neopentecostal não é hebreu, é neopentecostal. Os israelenses e judeus pelo mundo ficaram ofendidos com o Edir Macedo e sua nova roupagem para os pastores e a faraônica obra de seu templo de Salomão. Antes os pastores da Universal se vestiam de pai-de-santo, todos de branco.

Halan Schlickmann Batista disse...

Quanto a Nossa Sra, existe a tradição de representá-la negra pq foi uma estátua antiga e gasta q foi encontrada no rio por pescadores q deu origem à peregrinação e crença da região. Algo que demonstra não racismo e sim aceitação de várias versões da mesma santa.

Halan Schlickmann Batista disse...

O branco americano proíbia o negro miscigenado de assumir que tinha mais de uma origem porque isso poderia querer dizer que é possível que o branco americano de fenótipo de 100% europeu possui uma assimilação de sangue indígena e negro de 1600 ou 1700 pois seus antepassados brancos estão nos States e no Canadá há muito séculos. Então eles proíbiam o mestiço de tocar no assunto e também pelas leis raciais que proíbiam casamento interracial pois geraria degenerados para eles. E quando um negro bem-sucedido se mudava para um subúrbio próspero, os brancos se indignavam, não queriam pois desvalorizava o bairro. Brancos saíram dos centros das metrópoles nos anos 50 e 60 para não viverem perto dos negros e mestiços, por isso lá subúrbio é sinônimo de riqueza e tranquilidade. Você está absorvendo o pensamento do regra da gota única de sangue sem ver o contexto histórico dos Estados Unidos ultra-racista. Não nego que Brasil tenha racismo velado e dilui discussão com mito da democracia racial do Gilberto Freyre, mas os Estados Unidos no qual está se inspirando e se espelhando é o país mais racista do planeta, mais do que a Europa que é a origem dos caucasoides europeus. Pergunte à todos os artistas afrodescendentes que citou. O Malcolm X só via solução num país separado dos EUA, um enclave de negros pra viverem longe dos brancos assim como Índia e Paquistão se separaram em país hindu e outro muçulmano. No fim da vida, o Malcom X se dizia menos radical e apoiou o Martin Luther King mas acreditava que negros só prosperariam separados

Não ao genocídio cultural dos caboclos mestiços disse...

Mas o PT tá proibindo os caboclos de terem identidade. Isso é genocídio cultural. E na categoria parda do IBGE também são incluídos milhares de ciganos, romani e ainoko, miscigenados de brancos com asiáticos

Afroman disse...

Mas cara, o africano original.é negro. Os do Chifre da África e Madagascar e norte são misturados. E a África do Sul é muito misturada. Eles tinham vários rótulos pro apartheid dividir as pessoas. Na África do Sul além de mestiço de holandês e inglês e português tinham indianos e chineses
Essa variação de tom vem da mestiçagem,.da mistura
Minha familia também é assim e minhas primas negras com cabelo loiro e pele clara sarará são consideradas sortudas pelos.parentes negros que não tem auto-estima e engolem o padrão de beleza só de parda tipo Bruna Marquezine como se o parente que nasceu mais escuro deu azar e tem menos valor. Já ouvi muito comentário racista contra negro de pardo claro com a pele e aparência como a sua

Anônimo disse...

Nem todo mundo é miscigenado, tem os japas., os judeus, tem branco que não é miscigenado na América do.Sul, mas tem branco de fenótipo branco que é miscigenado na Austrália e Estados Unidos

Afroman disse...

Cara, não joga a africanidade, a negritude nos outros como se fosse maldição. Eu tenho sangue misturado de maioria negra e não tenho vergonha. Não.é como bafo que fala ah eu tenho bafo mas todo mundo tem de manha. Tem branco e outras etnias nas Américas que não tem mestiçagem negra atual e eu não os puxo pro meu lado. Só ten a origem africana original. Nao tenho ressentimento por ser negro, a Ana Hickmann não é negra. É o mesmo que dizer q todo cara hetero pega travesti pra justificar algo. Ser.negro não é vergonha e alguns brancos e até mestiço com cara de índio tem sangue negro mas não todos. Ser negro não é fezes pra eu atirar em todos. Parece pessoa querendo transmitir AIDS de propósito. Ser negro não é maldição. Tenho orgulho de ter sabgue negro e meus antepassados já tinham vida boa em 1910 por fruto de trabalho. Eram comerciantes. Não tenho vergonha. Todo mundo tem origem na África mas Não é todo mundo que tem sangue afro atual

Afroman disse...

Não é todo negro e rapper que é homofobico. Isso só reforça estereótipo de ignorância

Anônimo disse...

Nossa to lascada entao, tenho mae inglesa branca de olho azul, toda a familia por parte de mae sao ingleses nenhum brasileiro, e pai moreno minha avo de origem portuguesa e meu vovo de origem arabe e espanhol, sou morena de cabelo cacheado e tracos finissimos, como as kardashian. Eu falo q sou mestica pq sou mesmo, nao vou renegar a minha mae e minha familia!!!

Anônimo disse...

Estudo genético feito no Rio de Janeiro:

Ancestralidade genômica de indivíduos não relacionados no Rio de Janeiro"118
Cor Número de indivíduos ameríndio africano europeu
Branco 107 6.7% 6.9% 86.4%
Pardo 119 8.3% 23.6% 68.1%
Preto 109 7.3% 50.9% 41.8%


Olhe bem esses dados. Até mesmo os que se declaram Brancos, tem uma porcentagem de sangue negro. Imagine só, jogar todos os brasileiros que tenha algum antepassado negro como Negros. No dia seguinte, o Brasil viraria o país como mais negros no Mundo. Superando até os país da África. Já fico até imaginando. Vários negros loiros com olhos verdes e azuis. Haha ia ser maluco, não ?

Anônimo disse...

Tenho sangue negro , indígena e branco , como posso somente ser negro ? E a parte branca e a indígena ? Sou BRASILEIRO ! Tenho os três sangues !

Anônimo disse...

O grande erro é achar que pardo é preto, o que não é verdade (foi aí que este artigo escorregou e ficou assim tendencioso). Pardo é também o descendente de índio com branco (caboclo), que abunda no interior do Brasil e na Amazônia e que entra nos dados dos movimentos negros como "preto". Um erro crasso perpetuado por ignorância do que é pardo (mestiço, mistura de raças). Pardo pode ser branco + preto, preto + índio, branco + índio, índio + japonês, índio + preto + branco ou mesmo pessoas de muitas raças, que não são nem brancas, nem pretas nem índias. Será que ninguém, além de mim e do IBGE, sabe disso e continua a perpetuar informação falsa e tendenciosa?? Andrea

Anônimo disse...

Esse cara fala isso por que tem uma predominância de genes africanos no seu fenótipo, mas nem todo dito "pardo" é assim. Na África seria considerado quase um "branco" devido a tonalidade da sua pele, mesmo que não seja.
Essa coisa de querer "enegrecer" qualquer pessoa descendente de negros lembra uma lei antiga racista que vigorava nos EUA até a década de 60, que rotulava como "negra" toda e qualquer pessoa descendente de povos africanos, por mais distante que fosse, e mesmo que o fenótipo não mostrasse ser descendente de tais povos. Isso é o mesmo que dizer que o sangue negro "suja" o de outras raças (Especialmente a branca), e não é assim.
Eu defendo a identidade mestiça de cada um, não é só por que descendo de povos africanos que obrigatoriamente vou ser um "negro", pois além de meus traços serem bem mais sincretizados que os de raça negra pura, eu descendo de outros povos como os indígenas, e ninguém deve ocultar suas ascendências mistas se não querer, por mais que uma meia dúzia de militantes "afro" (Só vejo mulatos nestes movimentos "negros" brasileiros) queira! Fazer isso é aceitar passivamente as teorias racistas de europeus que consideram seu sangue como o "mais puro" dentre todos, e isso é inadimissível!

Medicina Veterinária - UNIRB disse...

Discordo da sua construção, pois mesmo que alguém desenvolvesse um sofisma matemático e provasse que 5+5=11, ainda, sim, quando levássemos a prática, descrevendo o funcionamento da realidade, cinco maçãs mais cinco maçãs serão sempre dez maçãs (5+5=10). Assim, não importa o que os "sofistas" digam, negro é negro, branco é branco, pardo é pardo e índio é índio.
Sugestão: 1.pergunte a um negro se você pode classificá-lo como pardo.
2.pergunte a um índio se você pode classificá-lo como negro.
3.pergunte a um negro se você pode classificá-lo como índio.
4.pergunte a um índio se você pode classificá-lo como pardo.
Então, por quê nós pardos temos que aceitar sermos classificados de negro?
Você precisa fazer uma pesquisa de campo sobre "IDENTIDADE".

claudinei conceiçao de almeida disse...

Segundo José Luiz Petruccelli, pesquisador do IBGE, pardos não podem ser considerados negros, pois quanta mais escura for a cor da pele maior a discriminação. Nem todo mundo no Brasil é afrodescendente. Temos os ameríndios e asiáticos que não tem nenhum contato com a cultura afrodescendente, então como podem confessar sua afrodescendência? Pergunte para o índio se eles reconhecem na figura de Xangô ou de Oxum a figura dos seus deuses? Claro que não! Mas o UNEGRO quer que todos os pardos se declarem negros para se somar uma maioria. Não se pode exigir direitos (os negros) não respeitando o direito da etnia do outro. Alguém diria que tivemos um presidente negro como nos EUA? Lula é branco? Claro que não! Mas ninguém diria que é negro, mas sim o primeiro presidente não branco do país. Portanto, SOU PARDO com muito orgulho!

Anônimo disse...

Ué já que a pessoa tem origens branca e preta, pq dizer que ela é preta se ela também tem origens branca? Pq não dizer que ela é branca? Já que ela também tem origens brancas. Não entendo pq as pessoas falam que é preta só pq tem as duas origens, já que tem as duas pq não falar que ela é branca? Pq logo preta? (não tenho preconceito até pq minha namorada é negra pura) Isso é pra não parecer preconceituosa?

Anônimo disse...

Não concordo em tudo mas acho que consigo entender o que esse cara quis dizer.Eu acho que na hora da discriminação não vai importar se vc é negro, mulato ou pardo. A maior parte dos trabalhadores escravos são pardos e dos analfabetos também. Os negros no Brasil deveriam se unir pois somos no mínimo 85 milhões e assim formaremos um grupo forte. Eu admiro muito os negros americanos. E com certeza a maioria dos pardos no brasil são de ancestralidade africana. Foi o próprio IBGE que divulgou isso.

Anônimo disse...

Índios estudados no Brasil tem gene aborígene, não fizeram essa pesquisa em todos os indígenas e claro em alguns. Pra quem não sabe aborígene são negros, cor negra. Bom você e o que quer ser, conheço muito pessoas que tem pai branco e mãe negra e fala que e branco. conheço uma menina que e bem mais escura que você tá mais pra negra ou parda e falou que e branca. Vai na Europa e fala que e branco hein. rs Outro fato legal e que pardos se dizem brancos, muito em cima fala que pai branco e mãe negra se dizem negro mimimi, acontece a mesma coisa pessoas se dizem brancos.

claudinei conceiçao de almeida disse...

Há muito tempo venho sentindo vontade de falar, mas confesso, tenho resistido. Ele diz: não aceite ser chamado de "mulato", vc não é queimado de sol, vc é negro... E ao mesmo tempo usa a nomenclatura "afrodescendente". Esse cara está de brincadeira, não? Afrodescendente é uma palavra criada pela segregação racial, totalmente racista! Do que se orgulha tanto boy? De dizer que é um afrodescendente, de citar como exemplo a lei Regra de uma gota? Em que os brancos são definidos como raça pura, sem nenhuma nódoa que pudesse sujar a sua cor de pele e os negros a categoria de inferiores perante o judiciário americano. O afro-americano é denominado assim como o afrodescendente como um termo racista, criado pelo multicuturalismo, leia o livro Uma Gota de Sangue, de Demétrio Magnoli, para ficar mais esperto antes de falar bobagem. Dizendo-se afrodescendente vc complica os negros a se identificar como simples povos brasileiros. Vc já ouviu alguém se denominar branco brasileiro ou apenas brasileiro? Vc quer o quê? Que sejamos como os americanos birraciais? Que não nos percebamos como povos únicos, que sejamos nações divididas entre raças, paises dentro de paises como no EUA onde o negro se declarar judicialmente inferior ao branco, é isso. Pode me chamar de racialista, talvez seja. Agora, antes de falar suas bobagens, estude mais, pois sua intelectualidade é bastante questionável, frágil... Fico a dica!

Brasil é misturado! disse...

Sou mestiça, ou parda para exemplificar,odeio este termo afrodescendente que as vezes sou obrigada a levar, não tenho só uma descendência, sou uma mistura e é ridículo exaltar só uma!

Lucas Santana disse...

Cara, nos somos multiraciais, esse papo de negro nao cola, isso e ridiculo muito americanizado, aliás no Brasil temos todo o tipo de ton de pele, como podemos classificar allguem seja negro ou de outra forma? Os americanos olha só que piada chamam aquele ator de Prison Break, Mariah carey e etc de negros! Que piada kkkk

Anônimo disse...

Kkk aqui em casa a pessoa com o tom de pele mas escura sou eu! O restante é tudo branco. Sim! Ao menos na familia da minha mãe todos sao branco ou "pardo" no sentido de "moreno" aqui no brasil, na familia do meu pai eu sinceramente nao faço ideia meu pai tbm e moreno junto com a minha mãe minha mãe e uma das poucas da familia q é parda minhas tias/tios são brancos, porem TODOS com cabelo bem liso comprindo. Obs: meu pai tbm tem cabelos liso! Tenho desconfiança q algum parente distante talvez, seja indio, apenas acho kk! Eu nasci pardo acredito, de cabelo cacheado quando pequeno era bem liso, não me considero negro pois sei q por familiares a maioria seja branca ou parda 70% branca 30% parda! Minha avó e bem branquinha kkk ! Acho q de NEGRO so foi meu bisavô msm! Minha bisavó era branca :v

Lucas disse...

Respeito sua opinião, mas gostaria de fazer uma pergunta.
Existem muitas pessoas de descendência europeia majoritária, que se expõem demais ao sol e pegam muita cor. Você consideraria elas negras?

Anderson Hebreu disse...

Lucas com certeza não, lucas se voce jogar no google vai ver que mesmo na africa a tribos africana que tem a pele dito "parda" e não tem mistura com brancos, a pele negra tem varios tons de pele.

Isabella Nunes disse...

Cara é sério, deixa as pessoas escolherem as cores delas. Eu nunca fui considerada negra nem nada disso que você falou, porque eu tenho várias manchas na pele e muito menos por conta do meu cabelo. Se eu tiver sangue negro da minha família eu vou honrar ele, mas eu sei que não é só ele que tem na minha família, tenho avó que era filha de índios eu honro todas as minhas raízes não só uma, por causa disso eu não me considero coisa nenhuma porque eu sou uma mistura de diversas pessoas de diversos lugares. O Brasil foi construído por diversas pessoas de muitos países, não por uma só, quem falar isso está errado, pois ninguém aqui é 100% alguma coisa. Minha certeza é de que esses partidos políticos querem separar as pessoas por pele e outras coisas para que fiquem grupos de pessoas e ninguém se junte. Por isso quando alguém fala da minha pele, eu não acredito porque eu não me considero nada porque eu sou uma mistura de pessoas. Se ninguém concordar comigo, me desculpe mas o mundo tem pessoas com a opinião diferente. E moço(desculpa esqueci seu nome), esses artistas são considerados negros no país deles, e a maioria deles são filhos de brancos com negros, aceite, existe sim pessoas que nascem brancas e outras nascem negras, e existem sim pessoas queimadas de sol, principalmente aqui no Brasil que é um país tropical, meus tios e até meu pai trabalharam muito na roça e até hoje tem manchas escuras e partes mais claras. Se parecer que eu sou preconceituosa me desculpe não queria ser assim, mas eu to tentando explicar que no mundo não existem só duas cores para a pele, existem VÁRIAS de diversos tons, e para mim não deveria ter esse negócio de dar um nome pra pele da pessoa. Aprecio você ter exposto sua opinião e estou colocando a minha, qualquer coisa me desculpa!

Isabella Nunes disse...

É vdd, o Brasil é muito diverso, não tem como classificar alguém como alguma coisa, na verdade nem existe pessoas 100% branca e nem 100% negra.

Isabella Nunes disse...

É mesmo!

Isabella Nunes disse...

Também me lembrei dessa lei dos EUA, algumas pessoas usam os EUA como base de tudo, mas lá existem bairros apenas para negros e bairros só para brancos, bairros para espanhóis, asiáticos e etc. Eu não gosto dos EUA, apenas de algumas músicas e alguns cantores e bandas, mas eu sinceramente não gosto de muita coisa de lá, é preconceito? Pode ser, mas eu não gosto de como eles querem controlar o mundo inteiro!

Isabella Nunes disse...

Fllae eu não concordo com você, mas se essa é sua opinião tudo bem, mas nem todo mundo concorda com você!

Isabella Nunes disse...

Concordo!

Unknown disse...

E eu que tenho ascendência branca européia, negra africana e ameríndia (indígena)? Eu sou negro? E meus ancestrais indífenas e brancos? Eles não importam? Só os meu ancestrais africanos devem ser honrados? Essa forma de pensar segue o antigo pensamento racialista (racista) americano, que é bastante questionado por eles próprios atualmente, porque não faz sentido! Pardo não é negro! Pardo é mestiço! Não existe negro de cabelo liso!

Analisando os piores disse...

Ronaldinho é negro mesmo,filho de pai e mãe negra, ai.sim ñ importa.se a pele.dele é clara, pais negros,filho negro.

Anônimo disse...

Agora bota um indio aí , ou qualquer moreno com cabelo liso pra ver se alguem chama de negro , afrodescendente ( nao faria sentido pois esse tipo de pele é mistura do homem branco com o indio ), tanto faz

Claudio Eleutherio disse...

OI ANDERSON TDO BEM CONTIGO??? SOU BEM CLARO, FILHO DE MÃE BRANCA E PAI NEGRO, ASSUMO-ME COMO AFRODESCENDENTE,POIS PENSO QUE SE FUI GERADO NO ÚTERO DE UM BRANCA,QUE FOI FECUNDADA POR UM NEGRO,JAMAIS PODEREI ASSUMIR-ME 100%NEGRO, POIS ISSO SERIA RENEGAR A MINHA PARTE BRANCA(MINHA MÃE)E TODA A FAMILIA QUE VEM POR PARTE DA MESMA,E QUE POR ACASO TENHO MTO ORGULHO DE PERTENÇER,ASSIM COMO MINHA PARTE NEGRA, CONVIVO BEM COM MINHAS DUAS ETNIAS E SEM PROBLEMAS ALGUM,E COMO JÁ FALEI ASSUMO-ME AFRODESCENDENTE SEM NENHUM PROBLEMA, SÓ ACHO QUE NÃO CURTO SER PRESSIONADO A ASSUMIR-ME 100% NEGRO QUANDO CHEGO EM CASA E TENHO QUE ENCARAR MEUS PAIS ENTENDE??? SOU FRUTO DESSA MISTURA, SEM PROBLEMAS E ASSUMU-A...GDE ABRAÇOOOOOO

Lipe Smart disse...

E esse papo de ''negro de pele clara'' em?? Pra mim não existe invenção maior que essa. A não ser naqueles casos em que negros(legítimos) nascem com uma anomalia genética na produção de melanina, denominada albinismo. Esses sim são os verdadeiros NEGROS de pele clara. Eu entendo que existam algumas tribos onde negros tem uma cor um pouco mais clara que as demais, mas será que algum negro legítimo(sem miscigenação) tem como nascer com a cor/traços da Débora Nascimento por ex?? É óbvio que não. Ora, Débora é mestiça descendente não apenas de negros como também de brancos e indígenas. E é justamente por descender de brancos que tem a pele clara. Também não concordo com a palavra ''pardo'', essa palhaçada só existe aqui no Brasil e diz respeito apenas a cor de pele. Até entendo os motivos que levam os mestiços a não aceitarem o que são, esses termos dão um verdadeiro nó no nosso cérebro. Creio que deveríamos simplesmente PARAR de imitar os americanos, um dos povos mais racistas e segregados do mundo, um péssimo exemplo nesse sentido!!

Anônimo disse...

Tenho como provar que na minha família houve mais de uma raça, porém sou chamada, vista como negra por ter a pele negra mas várias pessoas conseguem ver que meus traços faciais são muito ´diferente´ do que os negros geralmente costumam ter. Sou mestiça, tenho noção disso mas no Brasil sou negra de pele marrom/preta (chamam isso de preto por aqui, né). Marrom vai desde o mais escuro (meu) ao tom mais claro (pardo), digo marrom porque não tenho tom parecido com de um congoles/sudanes que geralmente é bem preta também por causa do sol.

Ludo Final disse...

Você é misturado? Caso seja misturado, é pardo. Por osso há essa opção no censitário do IBGE.

Anônimo disse...

Acredito que Se nortear pelo padrão norte americano é Se alinhar a uma dose de discriminação é como Se brancos em tempo algum participassem de miscigenação ou seja brancos não se misturam com negros Sou brasileiro com orgulho de ser um pouco árabe.judeu.branco.negro e oriental deveria haver uma classificação não discriminatória ou seja somos todos pardos.isso é Brasil.

Anônimo disse...

O cara mais sagaz nas afirmações.

Daniel Free Style disse...

Eu hoje aceito ser chamado de qualquer termo, não pejorativo, que descreva a minha cor. contudo assim como um branco ou um negro não gosta de ser ignorado ou chamado de outra coisa que não a que designe exatamente oque ele é eu também não aceito ser chamado de qualquer coisa que eu não seja.
Eu aceito ser chamado de pardo, mestiço, ..., mas não sou branco e nem negro.

Bia Santos disse...

Ter antepassados brancos não faz de você branco, ass como ter antepassados negros não te faz negro, até porque ninguém vai olhar sua árvore genealógica na hora de cometer algum ato racista ,ou de te dar algum privilégio, tem que olhar o individuo, se tem traços negros é negro, se tem traços brancos é branco e ponto final , essa desculpa do parente branco é uma forma de negar que é preto , e essa de parente negro muitas vezes é pura afroconveniencia, o que vale é você, suas características , e não dos seus parentes e antepassados .

Anônimo disse...

Pelo jeito você nunca ouviu falar de haplogrupos né meu filho. Pesquise mais sobre isso e encontrará a resposta.Pesquise também no youtube alguns resultados de DNA das pessoas.

Sua mente é muito pequena perto disso.

Anônimo disse...

A Bia esta certissima.

O autor e' mulato e' pronto. Parte branco e' negro. Deveria assumir que tem parentesco com os dois.

Eu tenho um bisavo japones e nao nego que eu tenho sague e sou muito feliz com isso.
Agora se eu for ao Japao ninguem vai dizer que sou japones ao olhar para mim.
De cara eu sou branco.

Pois o autor nao tem cara de branco, porque os tracos nao sao. E' de negro de pele muito clara, quer dizer mulato. Se voce quizer se chamar de negro, tudo bem, mas ninguem vai te ver assim.

O Obama vez uma besteira muito grande ao dizer que e' negro, por que ele teve a oportunidade de melhorar a relocoes de raca aqui mas nao o fez. O movimento negro aqui nos EUA e' tao racista quanto os movimentos racistas brancos.

Agora esse negocio de pardo, nem eu entendo.

marcos kinkas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Quem te disse que o IBGE usa critérios antropológicos e genéticos?? O IBGE usa critérios SOCIAIS, e só, porque se fosse genético n se adequaria ao contexto brasileiro do que são etnias, que por aqui são "raças".
E mesmo assim erra porque um indivíduo preto está sujeito a muito mais preconceito que um pardo cuja pele e fenótipo são maioritariamente européia, e mesmo assim ambos estão na mesma classificação.
Isso aqui não é um país de brancos, pretos ou indígenas, mas sim um país de várias etnias, de mestiços,se não genético, cultural.
O brasileiro tem que entender que vem duma histórica miscigenação. E raciocina, do mesmo jeito que uma pessoa com 1% de sangue negro ou indígena,não pode ser considerada branca de fato, um negro com 1% de sangue branco também não pode.

Anônimo disse...

MEstiçagem só vale para os negros, os brancos ningeum falam que são mestiços, que bando de lixo, se o cara quer se identificar com a negritude deixe ele ,e aposto que ele deve ter 70% de dna africano eu vi um estudo que dize que cor de pele não importa na questão do dna e sim os traços, vão estudar seus idiotas

fgg disse...

O crânio dele é negroide portanto ele é negro, se ele morre e fizer autopsia vao detectar isto

Anônimo disse...

Sou mestiço, mas para te falar a verdade... Queria ser branco. Não tem essa de "devo assumir minhas origens, sou negro, preto e blá blá blá blá" na hora do racismo, não há como se esquivar, sofrem mesmo, mesmo que pelas costas. Por acaso já ouviu falar em racismo com brancos na mídia? Não. Já ouviu falar que o cabelo do branco é feio ou ruim? Não. Que têm nariz de batata? Também não. Só quem sofre preconceito é o podre do negro. Não tenho preconceito, muito pelo contrário. Só queria que as coisas comigo fossem diferentes. Se cada um tivesse ficado no seu país de origem, ninguém estaria sofrendo por ser diferente, estaria entre SEU POVO onde TODOS SÃO IGUAIS e NÃO SOFRERIAM PRECONCEITO. Boa tarde.

Bell Valle disse...

Vivi 1 ano em Barcelona e 1 ano em Upsalla ( Suécia) durante conclusão de um mestrado , sempre fui tratado muito bem e como um igual.Brasileiro??!! Assustavam-se. Não és europeu!

Welder Batista de Oliveira disse...

E quando a pessoa é (fenotipicamente) branca e o irmão é (fenotipicamente) negro? Como fica em relação às cotas de concurso público? É plausível que um seja beneficiado e o outro não?

E se sou considerado branco pela sociedade, mas meu pai e avô são pretos auto-declarados (e socialmente reconhecidos como tal)?

E se um branco de olhos azuis e cabelos loiros for filho de um imigrante negro africano? Não estaria ele correto em se considerar afrodescendente e concorrer a vagas em concursos públicos como tal?

E por fim, porque não mudar o critério de cotas de raciais para COTAS SOCAIS?

Isa disse...

Esses das fotos do seu post concordo que possam ser considerados como pretos já que, apesar de serem miscigenados, têm aparência física predominantemente afrodescendente (ou seja, se parecem bem mais com pretos do que se parecem com brancos, ameríndios ou asiáticos), mas não descarto ainda que haja um meio-termo. Sim, Neymar pode ser considerado preto, mas e a atriz Dira Paes por exemplo, e a outra Paes, a Juliana...? Elas não são pretas nem brancas (nem ameríndias nem asiáticas). Ou você, sinceramente, acha que elas são? Parece duro admitir, mas há muita gente no Brasil que vem de misturas bem equilibradas de fenótipos típicos de determinadas regiões do mundo (ou "raças", se preferir), tão equilibradas que não são mais A do que são B ou C. E é a essas pessoas que se reserva o termo pardo e não a pretos claros ou brancos escuros.
Ah, e pardo no Brasil não é apenas uma cor e nem todo pardo é afrodescendente: conforme a determinação do IBGE, pardo é o descendente de:
1- brancos e ameríndios
2- brancos e pretos
3- pretos e ameríndios
4- brancos, ameríndios e pretos
5- outros + ameríndios e/ ou pretos

Observe que na opção 1 não há pretos e na opção 5 pode não haver. (Pode ir checar a classificação do IBGE.)

Ameríndio: indígena das Américas

Branco= totalmente ou predominantemente branco (eurodescendente) e tem tom de pele de claro a médio; exemplos: da Gisele Bündchen ao Rodrigo Lombardi

Preto= totalmente ou predominantemente preto (afrodescendente) e tem tom de pele de médio a escuro; exemplos: da Taís Araújo ao Lázaro Ramos

Pardo= descendente de:
- brancos e ameríndios,
- brancos e pretos,
- pretos e ameríndios,
- brancos, ameríndios e pretos
ou
- outros + ameríndios e/ ou pretos,
que não se reconhece/ não se parece exatamente mais com um do que com outro e geralmente tem pele de tom médio; exemplos: Dira Paes e Juliana Paes

"Amarelo"/ asiático oriental: leste-asiático e seus descendentes de aparência predominantemente leste-asiática (neste caso não sei como se classificam os mestiços de branco e asiático, "eurasiáticos", se se classificam como "amarelos" (termo do IBGE) ou brancos ou se preferem não se classificar)
.

Flórida Produções, Eventos e Soluções disse...

Disse tudo. Essa hostória de ter que se assumir negro quando no seu sangue corre também a descendencia branca é pura hipocrisia para parecermos bonzinhos e não preconceituosos com os negros. Ter orgulho de ser branco não é nenhum crime assim como ter orgulho de ser negro também não é, o errado moralmente e criminalmente é discriminar o ser humano seja ele branco, negro, índio etc. O que determina a sua raça são os traços predominantes em sua fisionomia até mesmo porque já foram feitos exames de DNA na Tv em alguns artistas de pele negra e branca e a porcetagem de dna negro era o menor de todos então como podemos dizer que todos são negros se o DNA era o que tinha em maioria no sangue de todos até dos negros fisicamente? Esse ditado que diz que basta ter uma gota de sangue negro que já é negro pode também ser invertido basta ter uma gota de sangue branco pra ser branco. Esse ditado sobre gota de sangue negro sim é um ditado racista. Não tem sentido se assumir negro se fenoticamente a pessoa tem todos os traços brancos. Por lógica, como somos misturas de diversas raças o que determina sua raça predominante seria sua aparência, seus traços e não essa história bonitinha de temos que nos assumirmos negros paraparecermos moralistas e politicamente corretos. Fala sério, o dono deste texto só tá seguindo a linha comum e a cultura do discurso moralmente bonitinho da sociedade moderna. Negro é cor de pele e traços predominantes da raça e branco também é assim porque no sangue temos dna de todas as raças e se eu também fosse usar só o sangue acabaria por lógica em dizer que grande parte dos brasileiros são brancos pois muitos não tem nem 5% de sangue negro e o resto do dna todo branco. Pra lutar contra o racismo contra os negro não precisam que todos se digam negros porém apenas os respeitem como seres humanos como todos.

Flórida Produções, Eventos e Soluções disse...

Verdade menino. O que acontece é que no Brasil querem sim forçar uma identidade negra para parecerem bonzinhos e moralistas sendo que é ilógico uma pessoa ter 95% de DNA branco e/ou ter traços fenótipos maioritariamente brancos ou pardos e terem que se dizer negro a força somente porque tem uma gota de sangue negro nas veias, ou seja,a pessoa tem menor parte negro ou quase nada e ter que ser negro. Questão de lógica isso. O que determina a raça da pessoa é a maior porcetagem de seu DNA e de seus traços físicos, nada mais. Sem balelas ou discursos politicamente corretos ou bonitinhos.

Flórida Produções, Eventos e Soluções disse...

A pura verdade o que vc ta falando. No Brasil se proclama o racismo inverso para valorizar os negros. Ou seja, temos que anular nossa identidade branca ou indígena para volorizar o negro. No Brasil tem que se discriminar o branco para valorizar o negro e essa é a pior forma de combater o racismo pois quem que promover a igualdade não pode desqualificar ou anular outras raças pois estaria usando das mesmas armas dos racistas e nos tornando racistas iguais a eles.

Flórida Produções, Eventos e Soluções disse...

O melhor e mais completo comentário é o seu. Inteligente garoto! Parabéns!!!

Geisa Dra disse...

Q, vc não entende mesmo o que é ser negro?

Geisa Dra disse...

Quer isso, o negro seu gens é predominante

Geisa Dra disse...

Não existe raça parda, ou de mestiço ou de mulato, SÓ no Brasil, e como no texto fala, na América do Sul existe isso. Mas ninguém lhe força a nada, se você é Perda e quer se declarar branca pode se declarar. Mais saiba que SÓ existem 3 raças no mundo (negros, brancos e amarelos), o resto é para incobrir nossa origem hebraica, por isso que hoje em dia nos chamam dr afro brasileiros ( negros ou pardos). Quanto a origem Européia que todos dizem ter, foram esses mesmo que fizeram a divisão entre nossa raça. E se um pardo se denominar branco, nunca irar ser aceito como branco mesmo tendo um dos pais 'brancos'. Os traços genéticos do negro são predominantes, seja o nariz, o pé, a pele parda, o cabelo crespo ou cacheado 'liso' ( com produtos de alisamentos é claro), os lábios, etc. Eu não me envergonho de ser negra não, mas parda pra mim é SÓ apelido, não minha raça. Um dia uma pessoa muito imbecil achou que estava me chingando e disse SUA NEGRA, eu simplesmente olhei para ela é sorrir. Esse é minha raça, sou descendente de hebreus africanos, e creio que um dia tudo será esclarecido ao nosso povo descendentes de Abraão. Gostei do texto, muito bem feito, minha irmã ja havia falado sobre ele. Agora quanto ao mestiço ou Pardo que quer ser classificado como branco, é SÓ responder ao IBGE o questionário sua raça branca, mas Deus traços negros nunca se apagaram, ficarão de geração em geração, mesmo que vcs possam dizer que uma pessoa tem parentes negros no passado e hoje é totalmente branca ( creio que sejam os albinos ou sararas).

Geisa Dra disse...

Amiga HÁ descendentes de hebreus em todo o mundo. Leia suas historia em deuteronomio da bíblia.

Geisa Dra disse...

Amada logo na tv foram feitos textes de negritude? Procure um médico especialista no assunto a tv é facista. Se ela dizer que o céu é verde temos que acreditar? O que está sendo discultindo pelo rapaz do texto não é apenas a cor negra e sim a descendência do povo de Israel, que foram espalhados em todo mundo, especialmente na América como escravos. Se um branco gostasse de trabalhar nós nunca estaríamos aqui, mas isso se deve também ao Criador, entende. Se vc abrir sua bíblia e ler deuteronomio 28 vc verá a característica do povo hebreu brasileiro. Mas no mundo não SÓ os hebreus eram negros, mas existe muitas raças negras. E Deus comparou o povo Hebreu ao povo DE Etiópia, que ainda existe e são negos. Até os egípcios eram negros. Não HÁ vergonha de ser negro ou ter preconceito com branco não, observem o X da questão, vc faz parte ou não do povo escolhido por Deus é herança direta de Abraão? Entende. Não é que o texto está forçando ninguém ser negro, mais sim ver sua origem hebraica, e todos nós SÓ vamos descobrir nossa real história sr examinarmos a palavra inspirada de Deus que é a bíblia, entendeu? Mas todos descendentes de hebreu Deus vai se lembrar do pacto que fez com Abraão, e irá chamar cada um pelo nome mesmo se sua cor seja totalmente clara e somente seus olhos negros ou seu nariz achatadinho, ou mesmo seu cabelo enrolado ou crespo, como o meu. Fiquem todos calmos, que no Brasil tem cor pra todos ( definições distintas das verdadeiras raças humanas)

Geisa Dra disse...

Me explique então como poderia nascer um mestiço então? Seria um cruzamento de um animal inracional com um humano? As raças humanas são divididas em 3:brancos, Negros e amarelos

Geisa Dra disse...

ISSO É APENAS PARA A FORÇA NEGRS SER DIVIDIDA E NÃO HAVER WUEM COMPRE A BRIGA DOS NEGROS

Unknown disse...

GenTe esse ainda é um dilema que ninguém chegaram o X da questão se nos todos para de questionar por certo e o errado ou o branco,pardo amarelo e o negro. E nós amássemos mais a coisas estaria melhor no Brasil.

 

Hebreu Suburbano Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates